FAQs - Suporte técnico

Logística - Recintos Aduaneiros - Conceitos - Detalhamento do processo DEPOT

time.png Tempo aproximado para leitura: 00:18:20 min

Dúvida

Qual é o detalhamento do processo DEPOT?

Ambiente
TOTVS Logística - TOTVS Recintos Aduaneiros - Conceitos - Todas as versões

Solução
O detalhamento dos Processos DEPOT, está descrito a seguir:

  • Programação do Recebimento

Este processo é responsável por efetuar a programação dos contêineres vazios que serão recebidos no DEPOT:

    • O Armador envia as informações da programação de recebimento à área Administrativa do DEPOT.
    • O setor Administrativo analisa se o registro da programação no Sistema será de forma manual ou automática. Isso dependerá do tipo de arquivo recebido.
    • O setor Administrativo extrai os dados do documento, sendo este e-mail, PDF - Portable Document Format, Excel ou WebSite e lança na planilha padrão de importação, para que os dados sejam importados no SARA - Sistema de Armazenagem para Recintos Alfandegados.
    • O setor Administrativo importa a planilha de programação de recebimento na rotina de cadastro da programação de recebimento no SARA.
    • A Portaria registra a programação de recebimento de containers no SARA: através das Funcionalidades:
      • Registro da Programação de Recebimento.
      • Importação da Programação de Recebimento.

  • Recebimento

Este processo é responsável por efetuar o registro de recebimento do contêiner vazio no DEPOT:

    • O Armador ou Locatário envia o contêiner para armazenagem no DEPOT.
    • A Portaria do DEPOT recepciona o veículo de transporte com o contêiner.
    • A Portaria consulta no SARA se existe programação de recebimento para o contêiner.
    • A Portaria informa o setor Administrativo que o contêiner não possui programação para o recebimento.
    • O setor Administrativo entra em contato com o Armador e verifica se o contêiner possui autorização para o recebimento.
    • O Armador analisa a situação e autoriza ou não o recebimento do contêiner no DEPOT.
    • O setor Administrativo recebe a informação referente a autorização de recebimento do contêiner e verifica se foi realizada a autorização pelo Armador.
    • O setor Administrativo informa à Portaria que o contêiner não possui autorização para o recebimento.
    • A Portaria informa à transportadora que o recebimento do contêiner não está autorizado e solicita entrar em contato com o Armador.
    • O setor Administrativo altera a programação de recebimento e efetua a inclusão do contêiner.
    • A Portaria efetua o registro do veículo e do contêiner no SARA, gerando o CESV - Controle de Entrada e Saída de Veículos de entrada e a Ordem de Serviço de Descarga do Container Vazio e imprime o CESV e o formulário de vistoria de contêiner pelo SARA.
    • A Portaria entrega o CESV e o formulário de vistoria de contêiner.ao motorista e libera a sua entrada no Recinto, encaminhando o contêiner para a vistoria.
    • A Operação de Pátio recepciona o veículo com o contêiner e analisa se a vistoria terá que ser realizada sobre o veículo, em caso de devolução de importação ou desistência de exportação.
    • A Operação de Pátio efetua a descarga do contêiner e registra a Ordem de Serviço de Descarga no SARA. Dependendo da modalidade da operação é necessária a vistoria do contêiner sobre rodas e, caso a estimativa de reparo não seja autorizada, o Operador de Pátio rejeita o contêiner.
    • A Operação de Pátio movimenta o contêiner para a pilha de contêineres a serem vistoriados, na área de vistoria.
    • A Operação de Pátio encaminha o veículo à Portaria de saída do DEPOT.
    • A Portaria recepciona o veículo para saída e registra a vistoria do contêiner, se ela já tiver sido realizada e não registrada no Sistema pela operação de pátio, e gera e imprime o EIR - Recibo de Intercâmbio de Container. Em seguida, registra a saída do veículo de transporte e fecha o CESV.
    • A Portaria entrega o EIR devidamente assinado ao motorista e o libera para saída do DEPOT.
    • A Operação de Pátio realiza a vistoria da estrutura do contêiner e verifica se faltam peças no maquinário, em caso de contêiner Reefer, e preenche o formulário de vistoria de contêiner, registrando os dados do contêiner e as avarias, caso existam. O formulário de vistoria é encaminhado ao setor Administrativo, para que seja realizada a estimativa de reparo.
    • A Operação de Pátio recebe informação que a estimativa de reparo não foi autorizada e efetua a rejeição do contêiner, informando ao motorista.
    •  Funcionalidades:
      • Consulta da programação de recebimento.
      • Registro de entrada do veículo de transporte..
      • Impressão do formulário para vistoria do contêiner.
      • Geração da Ordem de Serviço de Descarga.
      • Registro da Vistoria do Contêiner - opcional.
      • Registro da Ordem de Serviço de Descarga.
      • Geração e impressão do EIR - Recibo de Intercâmbio.
      • Registro da saída do veículo de transporte.
  • Vistoria

Este processo é responsável por efetuar o registro da vistoria do contêiner vazio, identificando as avarias e os reparos ou serviços que terão que ser realizados:

    • A área Operacional consulta no SARA os contêineres pendentes de vistoria de estrutura, realiza a vistoria e preenche o formulário de vistoria.
    • Verifica na vistoria de estrutura se o contêiner não apresenta avaria ou se será necessário efetuar a lavação. 
    • Se a estrutura estiver avariada, movimenta o contêiner para área de contêineres avariados e, se o contêiner estiver sujo, será necessário a sua lavação.
    • Movimenta e armazena o contêiner na área de disponíveis.
    • Identifica se o tipo de contêiner é Reefer. Se for, encaminha à área de PTI para vistoria do maquinário, após a vistoria da estrutura.
    • Consulta os contêineres pendentes de vistoria de maquinário no Sistema SARA.
    • Efetua a vistoria de maquinário do contêiner Reefer e preenche formulário de vistoria.
    • Registra no SARA a vistoria realizada no maquinário do contêiner Reefer.
    • A Operação de Pátio verifica se o maquinário está OK. Se estiver, verifica se o contêiner  está sujo, necessitando de lavação, Se não estiver OK, movimenta o contêiner à área de avariados aguardando reparo.
    • A Operação de Pátio movimenta o contêiner para a área de contêineres aguardando reparos ou lavação.
    •  Funcionalidades:
      • Consulta contêineres pendentes de vistoria de estrutura.
      • Registro da vistoria de estrutura.
      • Consulta contêiner pendentes de vistoria de maquinário.
      • Registro da vistoria de maquinário.
  • Estimativa de Reparo

Este processo é responsável por gerar a estimativa de reparo para os contêineres avariados, registrar a autorização do Armador e gerar a Ordem de Serviço de reparo para a oficina:

    • O setor Administrativo consulta os contêineres aguardando estimativa de reparo no SARA.
    • Calcula e gera a estimativa de reparo no SARA para a vistoria do contêiner. Para a geração da estimativa, a tarifa de reparos do Armador deve estar devidamente cadastrada.
    • Depois envia a estimativa de reparo ao Armador, via e-mail ou registro em seu Sistema.
    • O Armador ou Locatário recebe a estimativa para análise e autorização; analisa a estimativa efetuando a aprovação, aprovação com ressalva ou rejeita a estimativa retornando ao DEPOT.
    • O setor Administrativo recebe o parecer do Armador com relação a autorização da estimativa, analisa o parecer do Armador, autorizada ou não autorizada e registra a autorização da estimativa no SARA.
    • O SARA identifica se a vistoria foi efetuada sobre rodas e identifica se para o contêiner em questão foi realizada a vistoria do contêiner sobre rodas. Caso afirmativo, libera o contêiner para descarga.
    • O setor Administrativo analisa a autorização e verifica se existe ressalva, ajuste.
    • Se a vistoria foi realizada sobre rodas, o setor Administrativo deve informar a operação de pátio para rejeitar o recebimento do contêiner, pois o Locatário não autorizou o reparo.
    • O setor Administrativo revisa a estimativa, ajustando itens ou valores, e envia a nova revisão para que o Armador autorize.
    •  Funcionalidades:
      • Cadastro da tabela de tarifas de reparo.
      • Consulta a contêineres pendentes de estimativa de reparo.
      • Geração e revisão da estimativa de reparo.
      • Registro da autorização da estimativa.
      • Relatório da estimativa de reparo.
  • Oficina e Lavação

Este processo é responsável por registrar a entrada e a saída dos contêineres da Oficina ou da lavação:

    • A Oficina consulta e imprime os contêineres que estão aguardando reparo de estrutura.
    • Solicita um posicionamento sobre o contêiner na Oficina para a Equipe de Pátio. A quantidade de contêineres dependerá do tamanho da estrutura da Oficina.
    • A Operação de Pátio posiciona o contêiner na Oficina, conforme solicitação.
    • A Oficina registra a entrada do contêiner no SARA.
    • A Oficina executa os reparos e os serviços no contêiner, de acordo com a Ordem de Serviço e a estimativa aprovada.
    • A Oficina efetua a saída do contêiner após o seu reparo e analisa, por meio da estimativa, se o contêiner terá que ser lavado. Caso afirmativo, encaminha para lavação; caso contrário, encaminha para armazenamento.
    •  Operação de Pátio movimenta e armazena o contêiner na área de disponíveis, Contêineres OK.
    • A Equipe de Lavação consulta os contêineres que estão aguardando lavação.
    • A Equipe da Oficina ou Pátio solicita o posicionamento do contêiner para lavação.
    • A Equipe de Pátio movimenta e posiciona o contêiner para que a Equipe de Lavação efetue a limpeza.
    • A Equipe de Lavação registra no Sistema que a lavação foi realizada.
    • A Equipe de PTI consulta os contêineres aguardando reparo de maquinário, realiza o reparo no maquinário e registra o término do reparo no SARA.
    • Funcionalidades:
      • Registro de entrada e saída de Oficina.
      • Alteração da situação do reparo de maquinário.
      • Pendentes de estimativa, autorização e reparo.
      • Registro de lavação.
  • Armazenagem

Este processo é responsável pelo controle de estoque e movimentações do contêiner no DEPOT, sendo realizado pela área de Pátio.

    • Funcionalidades:
      • Relatório de Estoque de Contêineres.
      • Movimentação de Contêineres.
      • Consultas gerais DEPOT.
  • Programação de Saída

Este processo é responsável por efetuar a programação dos contêineres vazios que serão carregados no DEPOT:

    • O Armador envia as informações para o registro da programação de saída para o DEPOT.
    • O setor Administrativo recebe as informações da programação de saída enviadas pelo Armador, analisa se o registro da programação será manual ou importado da planilha Excel padrão e registra a programação de saída de contêineres no SARA, manualmente.
    • Verifica ainda se na programação enviada pelo Armador existem contêineres específicos designados ou se a programação está somente por tipo de contêiner e solicita a designação dos contêineres para a programação de saída.
    • A Operação de Pátio recebe a programação de saída com os tipos de contêineres para designar, efetua a separação dos contêineres gerando uma lista com os números dos contêineres designados e envia a lista de contêineres separados ao setor Administrativo, para designação no Sistema.
    • O setor Administrativo recebe a lista, efetua a designação do contêiner no SARA para a programação de saída e manipula a planilha padrão da importação da programação de saída, incluindo os contêineres enviados por e-mail ou outro documento PDF, outros.
    • O setor Administrativo registra a programação de saída e importa os contêineres da planilha padrão de importação da programação de saída, separa a programação de saída para a qual será efetuada a separação dos contêineres de forma antecipada, no caso de modalidade de embarque para Porto, e gera uma planilha Excel com os contêineres designados para saída. Efetua ainda a impressão e entrega ao setor Operacional, para separação.
    • A Operação de Pátio recebe o relatório dos contêineres designados da programação de saída e efetua a separação dos contêineres.
    • Funcionalidades:
      • Registro da Programação de Saída.
      • Designação de contêineres.
      • Importação de contêineres designados.
  • Separação e Carregamento

Este processo é responsável por efetuar a separação dos contêineres designados para saída e efetivar o carregamento:

    • O Armador ou Locatário envia o veículo de transporte ao DEPOT para efetuar o carregamento do contêiner, levando uma Ordem de carregamento com o número do booking programado.
    • A Portaria recebe o veículo para a operação de carregamento e solicita a Ordem de Coleta com o número do booking. Por meio da Ordem de Coleta, consulta a programação de saída pelo número do contêiner, booking ou outro documento.
    • A Portaria verifica no Sistema se existe programação de saída para a Ordem de Coleta. Se não houver, rejeita o carregamento e solicita para a Transportadora entrar em contato com o Armador ou Locatário.
    • A Portaria registra o CESV, vinculando a programação de saída, efetua a geração da OS - Ordem de Serviço de carregamento e encaminha o veículo de transporte ao Pátio, para efetuar o carregamento do contêiner.
    • A Operação de Pátio recepciona o veículo com a OS gerada para efetuar o carregamento do contêiner, verifica se possui um contêiner especifico designado na Ordem de Serviço e efetua a separação do contêiner designado na OS.
    • O Operador de Pátio separa um contêiner pelo tipo de contêiner e tipo de carga informados na programação e na Ordem de Serviço. Em seguida, vistoria e lacra o contêiner com um lacre do próprio Recinto, efetua o carregamento e a designação do contêiner no SARA.
    • A Operação de Pátio registra o carregamento e fecha a OS no SARA.
    • Depois do contêiner carregado no caminhão, o Operador de Pátio encaminha o veículo à Portaria de saída.
    • A Portaria recepciona o veículo com o contêiner carregado, localiza o CESV do veículo, verifica se o contêiner está designado no Sistema e efetua a designação do contêiner na Ordem de Serviço, de acordo com o número do contêiner carregado.
    • Em seguida, fecha a Ordem de Serviço na tela de saída de veículos do DEPOT. Esta operação efetuará o fechamento automático da OS.
    • Em caso da modalidade saída para exportação, a Portaria vincula um número de lacre ao contêiner. Este lacre deverá estar devidamente cadastrado na sequência de lacres.
    • A Portaria ainda gera e imprime o EIR - Recibo de Intercâmbio de Contêiner para o processo de saída, registra a saída do veículo de transporte no SARA e a entrega o EIR de saída ao Motorista e libera a saída do Recinto.
    • Funcionalidades:
      • Consulta programação de saída.
      • Registro da entrada do veículo, CESV de Carga.
      • Geração da Ordem de Serviço de carregamento.
      • Designação de contêiner para saída.
      • Registro da Ordem de Serviço de Carga.
  • Saída

Este processo é responsável por efetuar a liberação da saída do veículo com o contêiner carregado, sendo que ele é realizado pela Portaria.

    • Funcionalidades:
      • Designação de contêiner para saída.
      • Fechamento da OS de Carga, Automática.
      • Registro de Lacre do Armador.
      • Geração e impressão do EIR - Recibo de Intercâmbio de Saída.
      • Registro da saída do contêiner.
  • Faturamento

Este processo é responsável por efetuar o cálculo dos serviços prestados pelo DEPOT aos Armadores ou depositantes dos contêineres:

    • O setor Administrativo efetua o acordo da tabela de tarifas com o Armador e registra no Sistema; efetua o cálculo dos handlings de entrada pendentes de faturamento dentro de um determinado período, o cálculo da armazenagem dos contêineres pendentes de faturamento e o cálculo dos serviços de reparos pendentes de faturamento dentro de um determinado período.
    • O setor Administrativo também efetua o acúmulo de demonstrativos para um determinado Armador e tipo de serviço para emissão de uma única NF - Nota Fiscal dentro de um período.
    • Emite o relatório de demonstrativo de cálculo por período e tipo de serviço, gera e imprime a Nota Fiscal de serviços para o demonstrativo acumulado. Além disso, envia as Notas Fiscais e os relatórios de demonstrativo de cálculo ao Armador.
    • O Armador recebe a NF e o demonstrativo de cálculo para análise e pagamento.
    • Funcionalidades:
      • Cadastro de serviços faturáveis, itens de tarifa.
      • Configurações para faturamento.
      • Cadastro da tabela de tarifas.
      • Cadastro da opção de tarifa.
      • Cálculos do serviços.
      • Consulta e relatório dos serviços calculados.
  • EDI DEPOT

Este processo é responsável pela geração e envio das informações referentes as movimentações dos contêineres do DEPOT para os Armadores, sendo que os arquivos de EDI - Electronic Data Interchange são gerados no padrão EDIFAT - Eletronic Data Interchange for Administration, Commerce and Transport .

    • Funcionalidades:
      • Registro e configuração do layout de arquivo por Armador.
      • Grupo, linhas e campos.
      • Registro de grupo de/para.
      • Registro de informações de/para por Armador.
      • Serviço de geração de arquivos.

Saiba mais
Para mais informações acesse DEPOT

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
X Fechar

Olá ,

Há pendência referente a um de seus produtos contratados para a empresa ().

Entre em contato com o Centro de Serviços TOTVS para tratativa.

Ligue! 4003-0015 opção 4 e 9 ou registre uma solicitação para CST – Cobrança – Verificação de pendências financeiras . clique aqui.

TOTVS

X Fechar

Olá ,

Seu contato não está cadastrado no Portal do Cliente como um perfil autorizado a solicitar consultoria telefônica.

Por gentileza, acione o administrador do Portal de sua empresa para: (1)configurar o seu acesso ou (2)buscar um perfil autorizado para registro desse atendimento.

Em caso de dúvidas sobre a identificação do contato administrador do Portal, ligue (11) 4003-0015, opção 7 e, em seguida, opção 4 para buscar o suporte com o time de Assessoria ao Portal do Cliente. . clique aqui.

TOTVS

X Fechar

Olá ,

Para o atendimento de "Consultoria Telefônica" você deverá estar de acordo com o Faturamento.

TOTVS

X Fechar

Olá,

Algo inesperado ocorreu, e o usuario nao foi reconhecido ou você nao se encontra logado

Por favor realize um novo login

Em caso de dúvidas, entre em contato com o administrador do Portal de Clientes de sua empresa para verificação do seu usuário, ou Centro de Serviços TOTVS.

Ligue! 4003-0015 opção 4 e 9 ou registre uma solicitação para CST – Cadastros . clique aqui.

TOTVS

Chat _

Preencha os campos abaixo para iniciar o atendimento:

Chat _