FAQs - Suporte técnico

Cross Segmentos - Linha Datasul - APL - Swap sem Caixa

time.pngTempo aproximado para leitura: 00:12:00 minutos

Dúvida
Como utilizar o processo de Swap sem Caixa no Aplicações e Empréstimos?

Ambiente
Cross Segmentos - TOTVS Backoffice (Linha Datasul) - Aplicações e Empréstimos (APL) – Versão 12

Solução
Definição de Swap
Operação de Swap
consiste em um acordo para duas partes trocarem o risco de uma posição ativa -credora ou passiva - devedora, em data futura, conforme critérios preestabelecidos. Essas trocas são mais comuns com posições que envolvam taxas de juro, moedas e commodities.

Os swaps são importantes instrumentos financeiro para diminuir riscos. São bastantes utilizados por empresas, Bancos e Instituições de Investimento.

No mercado de swap, você negocia a troca de rentabilidade entre dois bens - mercadorias ou ativos financeiros, a partir da aplicação da rentabilidade de ambos a um valor em reais.

Vejamos um exemplo prático: Swap de Ouro × Bovespa.

mceclip0.png

No vencimento do contrato, se a valorização do ouro for inferior à variação do Ibovespa negociada entre as partes, receberá a diferença, a parte que comprou Ibovespa e vendeu ouro. Nesse exemplo, quem recebe é a Instituição A.

Se a rentabilidade do investimento em ouro for superior à variação do Ibovespa, receberá a diferença, a parte que comprou ouro e vendeu Ibovespa. No caso, a Instituição B.

A partir do TOTVS 12.1.1, o módulo de Aplicações e Empréstimos do produto Datasul fornece ferramentas para o controle e acompanhamento de operações de Swap.

Pelo fato das operações de Swap também poderem ser utilizadas apenas para investimento especulativo, as mesmas serão cadastradas como aplicações no módulo, porém, terão o tratamento de suas características específicas, conforme foi exemplificado acima.

A seguir apresentamos um roteiro dos procedimentos necessários para controle das operações de Swap no módulo de Aplicações e Empréstimos.

1. Na Manutenção de Tipos Produtos Financeiros - prgfin/apl/apl004aa.r, deverá ser criado um tipo de produto para operações de aplicação, com a classificação Swap sem Caixa.

mceclip1.png

Na Manutenção de Produtos Financeiros - prgfin/apl/apl005aa.r, deverá ser criado um produto específico para operações de Swap, onde deverá ser informado o tipo de produto com a classificação Swap sem Caixa, criado anteriormente.

2. Na tela de informações de Aplicação, deverá ser informada a UMP do produto, pois os cálculos das equalizações por competência, efetuados pela rotina de Abertura Diária, obedecerão à periodicidade ali informada - dia, semana, mês, etc.. Na mesma tela deverá ser informado se haverá a incidência de impostos nas equalizações positivas, e também os Tipos de Fluxo para as equalizações positivas e negativas.

mceclip2.png

3. Os impostos que podem incidir na equalização da operação de Swap, devem estar vinculados ao produto financeiro, sendo que ao incluí-los, deverá ser marcado o parâmetro Incide Equalização Swap. Para que o imposto seja calculado nas equalizações por competência, a data de incidência do mesmo deverá ser parametrizada como Correção.

mceclip3.png

4. Na Manutenção de Contas do Produto Financeiro - prgfin/apl/apl022aa.r, para o produto que será utilizado na operação de Swap, deverão ser parametrizadas as contas contábeis a serem utilizadas nas contabilizações dos movimentos desse tipo de aplicação, conforme o quadro abaixo.

Finalidade Contábil  Utilização
Despesa Equalização Equalizações negativas, onde houve despesa para a empresa
Equalização Provisionada Provisões de equalização geradas por competência
Equalização Equalizações positivas, onde houve receita para a empresa
Imposto Provisões de equalização geradas por competência
Imposto Provisionado Provisões de impostos calculados nas equalizações geradas por competência

mceclip5.png

As operações de Swap sem Caixa devem ser criadas pela rotina de Manutenção de Operações Financeiras - prgfin/apl/apl007aa.r, na inclusão das mesmas deverá ser informado um produto financeiro criado especificamente para esse tipo de operação.

Como data de vencimento da operação, deverá ser informada a data de equalização prevista no contrato de swap, e como valor da operação deve ser informado o valor do contrato, sobre o qual serão aplicadas as variações dos indicadores ativos e passivos, para cálculo da equalização.

Na tela de informações de Aplicação, devem ser informados os indicadores econômicos da operação, da seguinte forma:

- Indicadores Passivos: São os indicadores - moeda, taxa pré e taxa pós-fixada, em que a empresa ficará passiva na operação de swap, ou seja, se no período de vigência do contrato, esses indicadores tiverem uma variação maior do que a variação dos indicadores ativos, a equalização da operação representará prejuízo para a empresa, e vice-versa. A inclusão desses indicadores deverá ser feita pelo botão Inclui, da tela de manutenção de indicadores econômicos da operação financeira.

- Indicadores Ativos: São os indicadores em que a empresa ficará ativa na operação de swap, sendo que a inclusão dos mesmos deverá ser feita pelo botão Swap da tela de manutenção de indicadores econômicos da operação financeira.

mceclip6.png

Ainda na tela de informações de Aplicação, através do botão Vincula Operac, poderão ser vinculadas operações financeiras para as quais a operação de swap estiver servindo como cobertura risco empréstimos ou como troca de indexadores de ativos aplicações. Essa vinculação não é obrigatória, já que as operações de swap podem ser contratadas independente de outras operações que a empresa mantenha.

Ao vincular uma operação ao Swap, deverá também ser informado qual o montante referente à mesma que será vinculado ao Swap, pois esse pode estar sendo utilizado apenas parcialmente, para cobertura ou troca de indexadores.

mceclip7.png

Ao atualizar a operação financeira, não será gerado um movimento de Aplicação. Em vez disso, será gerado um movimento de Abertura de Swap, o qual não será contábil e também não terá integração com os módulos de Caixa e Bancos e Fluxo de Caixa.

Através da rotina de Abertura Diária - prgfin/apl/apl715aa.r, quando marcado o parâmetro Equalizações Projetadas Swap, poderá ser gerada uma projeção da equalização da operação financeira. Essa projeção será calculada pela variação entre a cotação Real dos indicadores econômicos ativos e passivos, cadastrados na data da operação, e a cotação Projetada desses indicadores na data de vencimento da operação.

O cálculo da projeção não irá gerar nenhum movimento na operação financeira, portanto não haverá contabilização do mesmo.  O valor calculado irá gerar somente um movimento previsto no Fluxo de Caixa, na data de vencimento da operação.

A cada geração de equalização projetada efetuada, o valor do movimento previsto no Fluxo de Caixa será atualizado com a nova projeção. No vencimento da operação financeira, quando é gerada a equalização da mesma, ou se a operação for estornada/cancelada, o movimento previsto será eliminado do Fluxo de Caixa.

mceclip8.png

Os movimentos de equalização por competência serão gerados pela rotina de Abertura Diária - prgfin/apl/apl715aa.r, na data de aniversário da operação, conforme a UMP informada, e pela rotina de Cálculo de Correções por Regime de Competência - prgfin/apl/apl717aa.r, no último dia de cada mês. Em ambos os casos, deverá estar marcado o parâmetro que indica que devem ser consideradas as Aplicações no processo.

Os movimentos de equalização por competência serão apensas contábeis, não tendo integração com os módulos de Caixa e Bancos e Fluxo de Caixa.

O movimento de equalização da operação de swap, onde é apurado se o resultado foi positivo ou negativo, será gerado na data de vencimento da mesma, pela rotina de Abertura Diária - prgfin/apl/apl715aa.r ou pela rotina de Movimentação Diária de Aplicações - prgfin/apl/apl707aa.r. Esse movimento será contábil e terá integração com os módulos de Caixa e Bancos e Fluxo de Caixa.

Ao ser gerado o movimento de equalização, será gerado também o movimento de Fechamento de Swap, o qual irá zerar o saldo da operação, encerrando a mesma. Esse movimento não será contábil e não terá integração com Fluxo de Caixa e Caixa e Bancos.

Os movimentos relativos às operações de Swap serão tratados nas rotinas de Cancelamento e de Estorno - prgfin/apl/apl700aa.r, obedecendo às regras já existentes para as demais operações, tais como: seqüência de estorno dos movimentos, situação da contabilização, etc.

Na Consulta de Aplicações Financeiras (prgfin/apl/apl208aa.r), através do botão Swap Aplic, será possível visualizar as operações de Swap nas quais as aplicações estão vinculadas.

mceclip10.png

Quando a operação que estiver sendo consultada for uma operação de Swap, ficará habilitado o botão Oper Vinculadas, através do qual serão mostardas as operações financeiras que estão vinculadas às operações de Swap.

mceclip12.png

Na Consulta de Empréstimos - prgfin/apl/apl209aa.r, através do botão Swap Emprest, será possível visualizar as operações de Swap em que o e empréstimo está vinculado.

mceclip13.png

Relatório de Aplicações Financeiras - prgfin/apl/apl312aa.r, quando emitido com o parâmetro Vinculações de Swap marcado, irá listar as operações de aplicação e de empréstimo vinculadas às operações de Swap, e também as operações de Swap vinculadas às aplicações.

mceclip14.png

Semelhante ao relatório de Aplicações Financeiras, o Relatório de Empréstimos - prgfin/apl/apl313aa.r, quando emitido com o parâmetro Vinculações de Swap marcado, também irá listar as operações de Swap nas quais os empréstimos estiverem vinculados.
No relatório Razão de Movimentos de Aplicações - prgfin/apl/apl302aa.r, será apresentado um total das equalizações de swap realizadas no período, bem como uma totalização dos eventuais impostos retidos nas mesmas.

No relatório Diário Auxiliar - prgfin/apl/apl301aa.r serão apresentadas as apropriações contábeis relativas aos movimentos de Equalização e Equalização por Competência das operações de Swap, da mesma forma que são apresentadas as apropriações das demais operações.

Na Consulta - prgfin/apl/apl214aa.r e no Relatório Resumo Gerencial - prgfin/apl/apl318aa.r, o saldo das operações de swap em aberto será mostrado separado do saldo das demais aplicações.

No Demonstrativo de Aplicações, poderão ser visualizadas informações detalhadas dos cálculos das equalizações projetadas, equalizações por competência e equalização final das operações de swap. Caso tenha sido gerada retenção de impostos nas equalizações por competência ou na equalização final da operação, será possível também visualizar informações dos impostos gerados. Pelo Demonstrativo de Aplicações, também poderão ser listados os relacionamentos entre as operações de Swap e operações de Aplicação e/ou de Empréstimo.

mceclip0.png

Através do Demonstrativo de Liquidações de Swap, poderão ser visualizadas informações de todas as equalizações de operações de swap, ocorridas em determinado período, podendo também visualizar informações dos eventuais impostos retidos nas equalizações.

mceclip1.png

Importante
As contas contábeis a serem utilizadas, devem ser previamente vinculadas às finalidades contábeis, para o módulo APL, através da Manutenção de Contas Contábeis de Integração - prgint/utb/utb033aa.r.
Quando não for parametrizada a finalidade contábil Despesa Equalização, as apropriações das equalizações negativas serão geradas na conta parametrizada com a finalidade Equalização.

A funcionalidade de Swap de Aplicações, onde são informados os indicadores de Swap na própria aplicação financeira, gerando uma equalização no final da vigência da mesma, continua podendo ser utilizada.

No entanto, essa forma de controle de Swap de aplicações, não possibilita a geração de equalizações projetadas e equalizações por competência, e também não permite a visualização detalhada das informações de equalização das operações, nos demonstrativos do módulo.

Glossário
Swap - Permuta
UMP - Unidade Medida Período

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
X Fechar

Olá ,

Há pendência referente a um de seus produtos contratados para a empresa ().

Entre em contato com o Centro de Serviços TOTVS para tratativa.

Ligue! 4003-0015 opção 4 e 9 ou registre uma solicitação para CST – Cobrança – Verificação de pendências financeiras . clique aqui.

TOTVS

X Fechar

Olá ,

Seu contato não está cadastrado no Portal do Cliente como um perfil autorizado a solicitar consultoria telefônica.

Por gentileza, acione o administrador do Portal de sua empresa para: (1)configurar o seu acesso ou (2)buscar um perfil autorizado para registro desse atendimento.

Em caso de dúvidas sobre a identificação do contato administrador do Portal, ligue (11) 4003-0015, opção 7 e, em seguida, opção 4 para buscar o suporte com o time de Assessoria ao Portal do Cliente. . clique aqui.

TOTVS

X Fechar

Olá ,

Para o atendimento de "Consultoria Telefônica" você deverá estar de acordo com o Faturamento.

TOTVS

X Fechar

Olá,

Algo inesperado ocorreu, e o usuario nao foi reconhecido ou você nao se encontra logado

Por favor realize um novo login

Em caso de dúvidas, entre em contato com o administrador do Portal de Clientes de sua empresa para verificação do seu usuário, ou Centro de Serviços TOTVS.

Ligue! 4003-0015 opção 4 e 9 ou registre uma solicitação para CST – Cadastros . clique aqui.

TOTVS

Chat _

Preencha os campos abaixo para iniciar o atendimento:

Chat _