FAQs - Suporte técnico

Cross Segmento - Backoffice (Linha Protheus) - SIGAEST - Roteiro para Fechamento de Estoque (virada de saldos)

 

Dúvida

Qual o roteiro e maneira para fazer o Fechamento do Período do Estoque? Quais as finalidades dos parâmetros MV_ULMES e MV_DBLQMOV neste Processo?

Ambiente
Cross Segmento - TOTVS Backoffice (Linha Protheus) - Estoque/Custos - Todas as versões.

Solução

Esta documentação tem por objetivo um simples detalhamento dos processos de fechamento.

O ponto de partida para o fechamento de período é o parâmetro MV_ULMES, este parâmetro é alimentado automaticamente pelo sistema de forma que não deve ser manipulado manualmente, a não ser em casos muito específicos como reabertura de período ou ao iniciar a utilizar as rotinas de fechamento já que o conteúdo padrão deste parâmetro no sistema é “20070101”, também é aconselhável utilizar o parâmetro MV_DBLQMOV para bloquear movimentações no período que se está efetuando o fechamento já que movimentações durante as validações podem gerar inconsistência nos saldos iniciais do período seguinte, ao contrário do parâmetro MV_ULMES que não deve ser manipulado o parâmetro MV_DBLQMOV deve ser alterado conforme documentação abaixo.

MP - SIGAEST - Como realizar o bloqueio de movimentações no estoque?

 

Cálculo do custo das notas de entrada

O cálculo do custo das notas de entrada no processo de fechamento é opcional e a critério do cliente executar ou não.

A rotina refaz do custo de entrada tem por objetivo fazer o cálculo do custo baseado nos impostos recuperáveis (ICMS, IPI, PIS/COFINS, despesas etc.).

Abaixo a documentação referente ao custo de entrada.

MP - SIGAEST - Custo de entrada (MATA190) - Conceito e Exemplos

Processo de inventário

O processo de inventário também é opcional e poderá ser feito quando o cliente tiver a necessidade de verificar o pareamento entre o estoque físico e o estoque constante no sistema, detalhes deste processo no link abaixo.

MP - SIGAEST - COMO REALIZAR INVENTARIO DO SALDO ATUAL

 

Saldo atual

A rotina refaz saldos pode ser executada também embora não influencie de forma direta no processo de fechamento ficando a critério do cliente executar ou não.

 

Refaz poder de terceiro

A rotina refaz poder de terceiro faz o ajuste dos saldos de/em terceiro e não é obrigatória, ficando a critério do cliente utilizar ou não.

 

Recálculo do custo médio

A rotina recálculo do custo médio é uma das mais importantes para o processo de fechamento, para clientes que utilizam o custo off-line definido através do parâmetro MV_CUSMED com o conteúdo M, indicando que é mensal, ou seja, através do recálculo do custo médio.

Uma das partes mais importantes é a definição dos perguntes da rotina recálculo do custo médio, é onde definimos boa parte da regra de negócio que atende à necessidade dos nossos clientes.

Devido à grande diversidade de formas de apuração de custo o sistema possui também parâmetros que ficam na SX6, alterados através do configurador, são parâmetros mais restritos pelos quais também podemos alterar o fluxo de informações, porém não entraremos em detalhes de todos somente dos mais usuais.

Para exemplificar na prática estes processos de fechamento iremos criar um exemplo em que compramos a matéria prima produzimos e vendemos o produto acabado.

Não detalharemos o custeio de MOD/GGF, a documentação abaixo já trata do assunto.

https://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=366649055

 

1 – Vamos criar os produtos (MATA010) MP1000, matéria prima e o produto PA1000, produto acabado.

PRODUTO-MP1000.png

PRODUTO-PA1000.png

 

2 – Dar saldo inicial (MATA220) para o produto MP1000 no armazém 01 com quantidade 1 e valor 10 e no armazém 02 com quantidade e custo zero e para o produto PA1000 com quantidade e custo zero no armazém 01.

INICIAL-MP1000-01.png

INICIAL-MP1000-02.png

INICIAL-PA1000.png

 

3 – Agora vamos fazer um documento de entrada (MATA103) com quantidade 10 e custo unitário 11 da nossa matéria prima conforme print abaixo no armazém 02.

COMPRA-MP1000.png

4 – Para demonstrar o método de apropriação diário vamos dar entrada só que com data base diferente e quantidade 10 e custo unitário 12 conforme print abaixo:

COMPRA-MP1000_02.png

 

5 – Agora vamos realizar uma movimentação interna de transferência (MATA260/MATA261) do produto MP1000 do armazém 02 para o armazém 01, de quantidade 10 conforme print abaixo.

TRANSFERENCIA-MP1000-02-01.png

 

6 – Vamos realizar o mesmo processo acima só que em um dia diferente.

TRANSFERENCIA-MP1000-02-01-02.png

 

7 – Vamos criar uma estrutura (MATA200) para o produto PA1000 tendo o produto MP1000 em sua base.

ESTRUTURA-PA1000.png

 

8 – Gerar uma ordem de produção (MATA650) com quantidade 10 para o produto PA1000, fechar a rotina e confirmar o empenho do produto MP1000.

ORDEM-PA1000.png

 

9 – Gerar uma segunda ordem de produção em posterior com quantidade 10, veja abaixo:

PRODUCAO-PA1000_2.png

 

10 – Realizar o apontamento da ordem de produção (MATA250) gerada anteriormente com quantidade 10.

PRODUCAO-PA1000.png

 

11- Realizar outro apontamento de produção com quantidade 10.

APONTAMENTO-PA1000_02.png

 

12 – Vamos realizar a venda do nosso PA através da rotina pedidos de venda (MATA410) com quantidade 5, após fazer a liberação do pedido.

VENDA-PA1000.png

 

13 – Realizar uma nova venda com quantidade 15 do produto PA1000.

VENDA-PA1000_2.png

 

14 – Após este processo podemos executar a rotina recálculo do custo médio, vamos listar apenas os parâmetros que influenciam no custo do produto.

Um dos parâmetros mais importantes para o custeio da OP é o MV_PRODPR0, não vamos entrar em detalhes sobre o seu conceito, no link abaixo já tem este detalhamento.

https://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=6085227

No nosso teste utilizaremos o método 1 (MV_PRODPR0 = 1) porém não influencia no fluxo de teste.

 Outro parâmetro fundamental é o MV_CUSFIL, efetuaremos 1 exemplo nas 3 formas possíveis, por armazém (MV_CUSFIL= A), por filial (MV_CUSFIL= F) e por empresa (MV_CUSFIL= E).

Iniciaremos com o parâmetro com o custo por armazém, neste caso todos os armazéns terão seu próprio custo, exemplificarei abaixo.

Após executar e rotina recálculo do custo médio (MATA330) surgem os parâmetros que são de suma importância, detalharemos apenas os mais importantes e que tenham influencia no custo do exemplo passado.

 

1 – Data limite final?

Devemos definir a data limite para processamento da rotina recálculo do custo médio, exemplo 30/11/2019.

2 – Atualiza arquivos de movimentos?

Devemos sempre definir como sim para que as movimentações internas (SD3) sejam processadas.

3 – Gerar estrutura pela movimentação?

            Fica a critério do cliente, porém quando temos ordens de produção onde possui algum produto que foi requisitado e não faz parte da estrutura (SG1) essa requisição acaba não agregando o custo para esta ordem de produção, aconselhamos a deixar como sim.

4 – Método de apropriação?

Este parâmetro é extremamente importante para definirmos a forma de apuração do custo da empresa, iniciaremos pelo método de apropriação mensal.

5 – Recalcula níveis de estrutura?

            Sempre que o parâmetro “Gerar estrutura pela movimentação? ” estiver como sim devemos colocar sim para que o sistema recalcule os níveis da estrutura.

6 – Movimentos internos valorizados?

Este parâmetro define se ao realizarmos uma movimentação interna valorizada se esta movimentação deve ser antes das movimentações internas ou após as movimentações internas.

 

Vamos executar o recálculo do custo médio com o método de apropriação mensal e o custo por armazém (MV_CUSFIL = A).

G_REC_MENS.gif

Após a execução do recálculo podemos utilizar o relatório MATR900 para a conferência do custo, veja abaixo como ficou o armazém 01.

Para podermos analisar a ordenação feita pela rotina recálculo do custo médio temos que parametrizar o relatório MATR900 com os perguntes "Doc Sequência? = S e Sequência de impressão = Cálculo" e o pergunte “Qual armazém? ”, quando o custo é por armazém devemos informar o armazém que se está analisando e quando o custo é por filial devemos informar o caractere “**” e quando o custo é por empresa devemos utilizar o caractere “##”.

MATR900_01.gif

 MATR900_01.png 

Vejamos agora o armazém 02. 

MATR900_02.gif

 MATR900_02.png

 

Agora vamos ver como funciona o custo por filial por filial (MV_CUSFIL = F).

MATR900_03.gif

MATR900_03.png

 

Para verificarmos o cauto por empresa vamos realizar uma entrada (Compra) na filial 02 com custo unitário de 13, vejam abaixo como altera o custo de ambas as filiais quando o custo é por empresa (MV_CUSFIL=E).

MATR900_05.gif

MATR900_05.png

 

Agora vamos analisar o método de apropriação diário, este método se assemelha com o método de apropriação mensal, porém calculado por dia, neste caso todos os dias terão seu custo apurado individualmente com base nos saldos do dia anterior e nas entradas que afetam o custo no dia.

Vamos executar o recálculo do custo médio com o pergunte “Método de apropriação? ” diário e custo por armazém (MV_CUSFIL= A).

Veja como ficou o custo no armazém 01.

MATR900_01.gif

MATR900_09.png

 

Vejamos também o armazém 02.

MATR900_02.gif

MATR900_06.png

 

Vejamos agora o custo médio por filial.

MATR900_03.gif

matr900_07.png

 

Vejamos agora um exemplo do método de apropriação diário e custo por empresa (MV_CUSFIL=E).

MATR900_05.gif

 

MATR900_08.png

 

O método de apropriação sequencial é o mais simples de todos, neste método o sistema não altera a ordenação dos movimentos, ou seja, da mesma ordem que foi digitado no sistema permanecem, veja abaixo o custo por armazém, armazém 01.

MATR900_01.gif

MATR900_09.png

 

Vejamos também o armazém 02. 

MATR900_02.gif

MATR900_10.png

 

Vejamos agora o custo por filial (MV_CUSFIL=F).

MATR900_03.gif

MATR900_11.png

 

E por último o custo por empresa (MV_CUSFIL=E).

MATR900_05.gif

MATR900_12.png

 

Ordenação de movimentos.

A ordenação de movimentos é uma parte importante para podermos apurar o custo, abaixo temos o print da ordenação padrão feita pelo sistema, disponível também na documentação abaixo na aba ordenação de movimentos.

https://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=340361781

 

ORD_MOV.png

Em alguns cenários o recálculo do custo médio pode não ordenar conforme o esperado, veja o cenário abaixo.

1 – Realizar uma devolução de venda do produto PA1000 através da rotina documento de entrada.

DEV_VEND.png

 

2 – Agora vamos realizar a desmontagem (MATA242) do produto.

DESMONT.png

 

3 – Agora vamos realizar a transferência do armazém 01 para o armazém 02 através da rotina de transferência múltiplas (MATA261).

TRANSFERENCIA-MP1000-01-02.png

 

Para exemplificar melhor como fica a ordenação no cenário acima vamos executar a rotina recálculo do custo médio (MATA330) e o custo por filial (MV_CUSFIL =F), este problema nos métodos de apropriação mensal e diário.

MATR900_03.gif

MATR900_13.png

Veja que acima o movimento DE7 ficou ordenado abaixo dos demais movimentos, porém este cenário, na maioria de nossos clientes, não atenderia.

No padrão o parâmetro MV_SEQ300 que quando habilitado ordena os movimentos conforme a digitação dos movimentos feita pelo usuário, ou seja, todos os movimentos que estão na ordem 300 não terão sua ordenação alterada da digitada pelo usuário.

Vejamos agora a ordenação após habilitar o parâmetro MV_SEQ300.

MATR900_14.png

Caso esta ordenação também não atenda a necessidade do cliente será necessário utilizar o ponto de entrada MA330TRB, maiores detalhes na documentação abaixo na aba ordenação de movimentos.

https://tdn.totvs.com/pages/releaseview.action?pageId=340361781

 

Apuração dos custos e quantidades processadas pela rotina recálculo do custo médio.

Para realizar a conferência do custo podemos utilizar o relatório MATR900 conforme já representado acima e também podemos utilizar os relatórios relação da posição do estoque (MATR260) e resumo das entradas e saídas (MATR320).

Vamos imprimir o relatório MATR260 do produto MP1000 porém pode ser feita uma range de produtos específica com o pergunte “Saldo do produto a considerar? ” como fechamento, neste caso o relatório busca o conteúdo dos campos B2_QFIM e B2_VFIM1 que são os campos que são atualizados pela rotina recálculo do custo médio, isto também se aplica ao relatório resumo das entradas e saídas (MATR320), veja a impressão dos dois relatórios abaixo.

MATR260_FEC.gif

MATR260_FEC.png

 

MATR320_FEC.gif 

 

MATR320_MOV.png

 

Os valores acima representam os valores apurados pela rotina recálculo do custo médio e abaixo vamos imprimir os mesmos relatórios só com a pergunta “Saldo do produto a considerar? ” por movimento e com data igual a data que se está realizando o fechamento, desta forma podemos verificar se o processamento da rotina recálculo do custo médio (MATA330) foi feito corretamente, veja abaixo a impressão dos relatórios. 

MATR260.gif

MATR260_MOV.png

 MATR320_MOV.gif

  MATR320_MOV.png

 

Para as validações referentes ao fechamento temos também a ferramenta monitor de custos que auxilia nas validações, detalhes no link abaixo:

https://tdn.totvs.com/display/public/PROT/Materiais+-+Monitor+de+Custos

Após as conferências podemos executar a rotina fechar períodos (MATA280), não detalharemos a execução da rotina pois ela é importante, porém simples, caso queira o cliente pode executar o relatório relação da posição do estoque (MATR260) por movimento e com data do fechamento e este relatório irar listar os valores inseridos na tabela de saldos iniciais (SB9).

 

MATA280.gif

 

Reabertura de estoque

Atualmente não existe um programa padrão para reabertura de estoque, porem em casos específicos tal processo é realizado eliminando os registros da tabela SB9 e ajustam o parâmetro MV_ULMES com a data do período anterior.

Não recomendamos a realização deste processo pois não e um processo padrão do sistema, porem quando não existe alternativa o cliente deve se atentar a seguinte situação: 

Não se deve reabrir fechamentos de estoque quando em sua base de dados existem ordens de produção (Tabela SC2) que possuem movimentação de requisição/devolução de estoque contra OP entre os períodos de fechamento de estoque. Pois esta ação irá prejudicar o controle de custos destes produtos desestabilizando seus valores.

Veja o exemplo abaixo:

MATR860_ANT_FEC.png

 

Foram feitas duas requisições sendo uma com quantidade 1 e outra com quantidade 2 e custo total 34,29 porém não geramos apontamento de produção.

A rotina de custo médio prepara o saldo que está em processo (no exemplo acima 34,29 – duas requisições) da seguinte forma:

SC2->C2_VFIM1 = SC2->C2_VINI1 + Movimentações internas (Requisição/Devolução) contra produção para esta ordem de produção.

No nosso exemplo ficara:

SC2->C2_VINI1 = 0 (Pois a OP foi aberta neste mês)

Total de Requisições = 34,29

Resultado SC2->C2_VFIM1 = 34,29

A rotina de virada de saldos prepara o saldo da tabela SC2 para o próximo período da seguinte forma:

SC2->C2_VINI1 = Saldo em processo do período anterior

SC2->C2_VINI1 = SC2->C2_VFIM1, ou seja, SC2->C2_VINI1 = 34,29 para o próximo período.

Ao realizar o procedimento de reabertura de estoque o cliente que possui ordem de produção que são utilizadas em dois ou mais fechamento não se atentam ao controle de saldos da tabela SC2 e ocorre o problema abaixo:

A rotina de custo médio prepara o saldo que está em processo (no exemplo acima 150,00 – duas requisições) da seguinte forma:

SC2->C2_VFIM1 = SC2->C2_INI1 + Movimentações internas (Requisição/Devolução) contra esta ordem de produção.

No nosso exemplo ficara:

SC2->C2_VINI1 = 34,29 (Pois ao reabrir o estoque o cliente não conhece a estrutura de nossas tabelas e não tem o controle do campo C2_VINI1 do período anterior)

Total de Requisições = 34,29

Resultado SC2->C2_VFIM1 = 68,58 (AQUI ESTA O IMPACTO NA REABERTURA DE ESTOQUE, ONDE O CUSTO FICARA INCORRETO E SERA REPASSADO PARA OS APONTAMENTOS DE PRODUÇÃO).

 MATR860_ANT_REAB.png

Finalizamos assim este artigo para auxiliar nossos clientes na análise de seus custos e validações referentes ao fechamento.

 

Saiba mais:

Clique aqui e saiba mais sobre Fechamento de Estoque

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 3 de 3

10 Comentários

  • Avatar
    Jonathas de Almeida

    ótimo material!

    1
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Cassio Xavier (Editado )

    Obrigado pelo feedback, Jonathas! Estamos à disposição!

     

    Equipe Estoque/Custos.

    2
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Anderson Davyd Andrade de Souza

    Parabéns!

    1
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Cassio Xavier

    Ficamos felizes que tenha curtido o conteúdo, Anderson! Estamos à disposição!

    Equipe Estoque/Custos.

    1
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Suporte

    preciso elimininar almoxarifados que nao existem mais em uso, tirei eles da tabela NNR, mas na hora de calcular os saldos em estoque os registros para esses almoxarifados sao criados novamente no SB2, como fazer para isso nao ocorrer mais ? esses produtos inclusive nao tem mais movimento a muito tempo.  mesmo eliminando esses saldos do SB2 eles voltam no recalculo de saldos atuais.

    onde eu acharia um documento sobre isso ?

    0
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Cassio Xavier

    Bom dia Sylvester! Como vai?

     

    Para este caso, uma alternativa para limpar os saldos existentes neste armazém para depois excluído/deletá-lo, seria por meio do Inventário, onde conseguirá zerar as quantidades de todos os produtos que deseja para este armazém para que, com o Acerto de Inventário, sejam devidamente zerados. Com isso o processamento de Refaz Saldos não alimentará mais quantidades no campo B2_QATU. Para maiores informações sobre o Processo de Inventário e Bloqueio de Armazém seguem as documentações abaixo:

    MP - SIGAEST - MATA340 - Processo padrão para Inventariar produtos no Estoque

    MP - SIGAEST - AGRA045 - Como bloquear armazém para movimentações?

    Caso precise de um apoio, basta contatar ao nosso time de Suporte Técnico TOTVS através do nosso Portal do Cliente.

    Muito obrigado

    Equipe Totvs.

     

     

    0
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Victor Limaco

    Uno de los mejores documento, por mas documentos asi ... muchas gracias !

    1
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Cassio Xavier

    ¡Buendía, Victor! 

     

    Gracias por tu mensaje. Buscamos mas y mas mejorarmos nuestras documentaciones. Sigue abajo el link de la nueva estructura de artículos del Estoque.

    https://centraldeatendimento.totvs.com/hc/pt-br/sections/1500000773301-Estoque-e-Custos-SIGAEST-

    !Ojalá que te guste!

    Equipe Totvs

     

     

    0
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    RAFAEL GOMES PEREIRA DE AZEVEDO

    Melhor material que vi sobre os conceitos dos custos com o os respectivos parâmetros no Protheus Parabéns!!! 

    0
    Ações de comentário Permalink
  • Avatar
    Handerson Lemos Duarte

    Ótimo material, parabéns a equipe!

    0
    Ações de comentário Permalink
Por favor, entre para comentar.
X Fechar

Olá ,

Há pendência referente a um de seus produtos contratados para a empresa ().

Entre em contato com o Centro de Serviços TOTVS para tratativa.

Ligue! 4003-0015 opção 4 e 9 ou registre uma solicitação para CST – Cobrança – Verificação de pendências financeiras . clique aqui.

TOTVS

X Fechar

Olá ,

Seu contato não está cadastrado no Portal do Cliente como um perfil autorizado a solicitar consultoria telefônica.

Por gentileza, acione o administrador do Portal de sua empresa para: (1)configurar o seu acesso ou (2)buscar um perfil autorizado para registro desse atendimento.

Em caso de dúvidas sobre a identificação do contato administrador do Portal, ligue (11) 4003-0015, opção 7 e, em seguida, opção 4 para buscar o suporte com o time de Assessoria ao Portal do Cliente. . clique aqui.

TOTVS

X Fechar

Olá ,

Para o atendimento de "Consultoria Telefônica" você deverá estar de acordo com o Faturamento.

TOTVS

X Fechar

Olá,

Algo inesperado ocorreu, e o usuario nao foi reconhecido ou você nao se encontra logado

Por favor realize um novo login

Em caso de dúvidas, entre em contato com o administrador do Portal de Clientes de sua empresa para verificação do seu usuário, ou Centro de Serviços TOTVS.

Ligue! 4003-0015 opção 4 e 9 ou registre uma solicitação para CST – Cadastros . clique aqui.

TOTVS

Chat _

Preencha os campos abaixo para iniciar o atendimento:

Chat _