FAQs - Suporte técnico

MP - SIGACOM - Controle de Poder De/Em Terceiros.

A decisão de movimentar ou não estoque interfere diretamente nos controles do sistema, tanto no armazenamento de dados, quanto no calculo de custos. Vejamos o que acontece:

  • Poder de/em terceiros sem movimentação de estoque:

Ao enviar produtos a terceiros (nosso em poder de terceiros), sistema armazena no SB2, no campo B2_QTER a quantidade enviada e grava, no SB6, registro do movimento com tipo "R" (remessa)

Ao receber produtos de terceiros (de terceiros em nosso poder), o sistema apenas armazena, no SB6, registro do movimento com tipo "R" (remessa)

Nesta situação o sistema não movimenta custos, pois não houve movimento de estoque.

Na devolução o sistema gera novo registro no SB6 com tipo "D" e baixa a quantidade devolvida no SB2, B2_QTER

  • Poder de/em terceiros com movimentação de estoque:

Ao enviar produtos a terceiros (nosso, em poder de terceiros), o sistema armazena no SB2, no campo B2_QNPT a quantidade enviada e grava, no SB6, registro do movimento com tipo "R" (remessa)

Ao receber produtos de terceiros (de terceiros em nosso poder), sistema armazena no SB2, no campo B2_QTNP a quantidade recebida e grava, no SB6, registro do movimento com tipo "R" (remessa)

Nesta situação o sistema movimenta custos, portanto, a apuração do custo médio deve ser diária. Deve-se atentar muito para isso, pois somente desta forma o sistema considerará de forma correta as operações de devolução que envolvem terceiros.

Na devolução o sistema gera novo registro no SB6 com tipo "D" e baixa a quantidade devolvida no SB2, B2_QNPT para produtos em poder de terceiros, e B2_QTNP para produtos de terceiros em nosso poder.


Exemplo do SB6:

  • Operações:
    1. Envio de peças para demonstração a cliente 000001:
      1. Produto: 10100 - Microcomputador
      2. Tipo de Pedido Venda: N
      3. TES Poder Terceiros: R
      4. TES Atualiza Estoque: S
      5. Incluir o Produto
      6. Incluir o Cliente
      7. Incluir a TES de Saída (F4_PODER3 = Remessa)
      8. Incluir o Pedido de Vendas
      9. Realizar o Faturamento
    2. Devolução de peças enviadas para demonstração ao cliente 000001:
      1. Produto: 10100 - Microcomputador
      2. Tipo de NF entrada: B
      3. TES Poder Terceiros: D
      4. TES Atualiza Estoque: S
      5. Incluir a TES de Entrada (F4_PODER3 = Devolução)
      6. Incluir o Documento de Entrada
    3. Envio de peças para conserto ao fornecedor 000009:
      1. Produto: 30304 - Teclado para Microcomputador
      2. Tipo de Pedido Venda: B
      3. TES Poder Terceiros: R
      4. TES Atualiza Estoque: N
      5. Incluir o Produto
      6. Incluir o Fornecedor
      7. Incluir a TES de Entrada (F4_PODER3 = Remessa)
      8. Incluir o Pedido de Vendas
      9. Faturar o Pedido de Vendas
    4. Devolução de peças enviadas para conserto ao fornecedor 000009:
      1. Produto: 30304 - Teclado para Microcomputador
      2. Tipo de NF entrada: N
      3. TES Poder Terceiros: D
      4. TES Atualiza Estoque: N
      5. Incluir a TES de Entrada (F4_PODER3 = Devolução)
      6. Incluir o Documento de Entrada
    5. Recebimento de peças para demonstração do fornecedor 000010:
      1. Produto: 20200 - Monitor de Vídeo
      2. Tipo de NF entrada: N
      3. TES Poder Terceiros: R
      4. TES Atualiza Estoque: N
      5. Incluir o Produto
      6. Incluir o Fornecedor
      7. Incluir a TES de Entrada (F4_PODER3 = Remessa)
      8. Incluir o Documento de Entrada
    6. Devolução de peças recebidas para demonstração do fornecedor 000010:

a) Produto: 20200 - Monitor de Vídeo

b) Tipo de Pedido Venda: B

c) TES Poder Terceiros: D

d) TES Atualiza Estoque: N

 

Incluir a TES de Saída (F4_PODER3 = Devolução)
Incluir o Pedido de Vendas
Faturar o Pedido de Vendas

7) Recebimento de peças para conserto do cliente 000014:

a) Produto: 20201 - C.P.U.

b) Tipo de NF entrada: B

c) TES Poder Terceiros: R

d) TES Atualiza Estoque: N

Incluir o Produto
Incluir o Cliente
Incluir a TES de Entrada (F4_PODER3 = Remessa)
Incluir o Documento de Entrada

8) Devolução de peças enviadas para conserto ao cliente 000014:

a) Produto: 20201 - C.P.U.

b) Tipo de Pedido Venda: N

c) TES Poder Terceiros: D

d) TES Atualiza Estoque: N

 

Incluir a TES de Saída (F4_PODER3 = Devolução)
Incluir o Pedido de Vendas
Faturar o Pedido de Vendas

Tabela Controle Poder de/em Terceiros (SB6)

B6_CLIFOR

B6_PRODUTO

B6_DOC

B6_QUANT

B6_TES

B6_TIPO

B6_CUSTO1

B6_IDENT

B6_SALDO

B6_PODER3

000001

10100

000001

2

520

E

1772,94

000002

0

R

000009

30304

000002

5

530

E

 

000005

0

R

000010

20200

100000

10

201

D

 

000006

0

R

000014

20201

200000

3

201

D

 

000007

0

R

000001

10100

300000

2

200

E

1772,94

000002

 

D

000009

30304

400000

5

202

E

 

000005

 

D

000010

20200

000003

10

540

D

 

000006

 

D

000014

20201

000004

3

540

D

 

000007

 

D

 

Conceito Operação Triangular

Empresa B

Empresa A

Empresa C

 

Operação Triangular consiste em uma transação que envolve mais de 2 empresas para um processo de beneficiamento.

 

Podemos exemplificar como:

 

Uma empresa A envia um material à empresa B para beneficiamento e esta envia à empresa C, que deverá efetuar o trabalho e devolver o material diretamente à empresa A.

 

Desta forma, a Nota Fiscal de Remessa para Beneficiamento será enviada à empresa B, enquanto a Nota Fiscal de Devolução desta mercadoria será enviada pela empresa C.

 

É possível fazer este controle no Siga através do parâmetro “Operação Triangular (S/N)? “ nas rotinas de Pedido de Venda e Nota Fiscal de Entrada. Os parâmetro são acessados através da tecla [F12] (na versão DOS, pela tecla [F10]).

 

Nestes casos, a Nota Fiscal Origem pode ser acessada, pressionando a tecla [F4] sobre o campo “Quantidade”, onde serão apresentadas todas as Notas Fiscais do Produto que envolvem Poder de Terceiros.

 

Desta forma pode-se dar entrada de uma NF do fornecedor C e selecionar a NF de origem do fornecedor B.

EXEMPLO:
Temos três empresas A, B e C.

 

Inclui o produto TESTE com saldo inicial.

 

1) Acessar a empresa A e incluo uma NF de SAIDA (NORMAL) para a empresa B (a empresa B deve ser cadastrada como cliente) para o produto TESTE com qtde = 15 com TES que atualiza estoque e remessa para terceiros.

 

2) Acessar a empresa B e incluo uma NF de Entrada NORMAL para o fornecedor A (a empresa B deve ser cadastrada como fornecedor) para o produto TESTE com qtde = 15 e TES que atualiza ESTOQUE (não controla poder de terceiros).

 

3) Na empresa B, lançar a NF de SAIDA – tipo BENEFICIAMENTO do produto TESTE para a fornecedor C, com TES que atualiza estoque e de remessa para terceiro, qtde = 15.

 

4) Acessar a empresa C e incluo uma NF de Entrada NORMAL do fornecedor B (a empresa B deve ser cadastrada como fornecedor) para o produto TESTE com qtde = 15 e TES que atualiza ESTOQUE com remessa para terceiros.

 

5) Acessar a empresa C e lançar uma NF de SAIDA – NORMAL para o cliente B do produto TESTE com TES que atualiza estoque e devolução para terceiros, qtde = 15.

 

6) Acessar a empresa B, e lanço uma NF de ENTRADA - TIPO NORMAL, puxando a NF original da empresa C do produto TESTE com TES que atualiza estoque e de DEVOLUCAO para terceiro, quantidade = 15.

 

7) Acessar a empresa B, lançar uma NF de SAIDA - NORMAL para a empresa A e atualizando estoque, qtde = 15.

 

8) Acessar a empresa A, e lanço uma NF de ENTRADA - TIPO BENEFICIAMENTO, puxando a NF original da empresa B do produto TESTE com TES que atualiza estoque e de DEVOLUCAO para terceiro, qtde = 15.

 

RESUMO

 

 

EMPRESA A

EMPRESA B

EMPRESA C

1) NF de Saída - Normal para B como REMESSA para 3o.

2) NF de Entrada – Normal da empresa A.

 

 

3) NF de Saída – tipo BENEFIC. para fornecedor C como REMESSA para 3o.

4) NF Entrada – Normal do B como REMESSA de 3o.

 

 

5) NF Saída – Normal para A com DEVOLUCAO para 3o.

 

6) NF de Entrada – tipo NORMAL puxando NF original de C com TES de DEVOLUCAO de 3o.

 

8) NF de Entrada – tipo BENEFICIAMENTO puxando NF original de B como DEVOLUCAO de 3o.

7) NF de Saída – Normal para a A

 

 

BENEFICIAMENTO PARA PRODUÇÃO
Quando há beneficiamento que envolve produção deve-se proceder da seguinte forma:

1. Ter na estrutura um código para beneficiamento;

2. Abre-se uma OP para o produto que será resultado do beneficiamento

3. Emite NF da matéria prima com TES que controla poder de/em terceiros gerando remessa (F4_PODER3 = "R"). Esta NF será gravada no arquivo de poder de/em terceiros (SB6)

4. Ao receber o material deve-se informar a devolução da matéria-prima com TES que controla poder de/em terceiros (F4_PODER3 = "D"). Assim o sistema baixa o controle poder de/em terceiros gerado no passo anterior. Informa-se ainda na NF, o produto que é resultado do beneficiamento, neste item deve-se informar o número da OP respectiva ao produto. Desta forma o sistema gerará automaticamente a requisição do material para a OP e atribuirá o custo.

Os seguintes cuidados devem ser tomados e avaliados quando se utiliza controle poder de/em terceiros com movimentação de estoque nestes casos:

1. Se a remessa para beneficiamento é gerada antes da abertura da OP, o TES utilizado não deve movimentar estoque. Caso contrário, se não houver saldo suficiente em estoque após a geração da NF de remessa, o sistema gerará solicitações de compra indevidamente para o produto.

2. A movimentação de estoque é opcional, porém, se utilizada, será considerada no cálculo do MRP

3. Caso seja utilizada a movimentação de estoque na entrada ou saída, deve-se efetuar o mesmo na devolução do material.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 2 de 3

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
X Fechar

Olá ,

Há pendência referente a um de seus produtos contratados para a empresa ().

Entre em contato com o Centro de Serviços TOTVS para tratativa.

Ligue! 4003-0015 opção 4 e 9 ou registre uma solicitação para CST – Cobrança – Verificação de pendências financeiras . clique aqui.

TOTVS

X Fechar

Olá ,

Seu contato não está cadastrado no Portal do Cliente como um perfil autorizado a solicitar consultoria telefônica.

Por gentileza, acione o administrador do Portal de sua empresa para: (1)configurar o seu acesso ou (2)buscar um perfil autorizado para registro desse atendimento.

Em caso de dúvidas sobre a identificação do contato administrador do Portal, ligue (11) 4003-0015, opção 7 e, em seguida, opção 4 para buscar o suporte com o time de Assessoria ao Portal do Cliente. . clique aqui.

TOTVS

X Fechar

Olá ,

Para o atendimento de "Consultoria Telefônica" você deverá estar de acordo com o Faturamento.

TOTVS

X Fechar

Olá,

Algo inesperado ocorreu, e o usuario nao foi reconhecido ou você nao se encontra logado

Por favor realize um novo login

Em caso de dúvidas, entre em contato com o administrador do Portal de Clientes de sua empresa para verificação do seu usuário, ou Centro de Serviços TOTVS.

Ligue! 4003-0015 opção 4 e 9 ou registre uma solicitação para CST – Cadastros . clique aqui.

TOTVS

Chat _

Preencha os campos abaixo para iniciar o atendimento:

Chat _